terça-feira, 23 de novembro de 2010

Amizade

M217679764_large

Meu porto seguro
no passado, no presente e no futuro
Meu ponto de paz você sempre vai ser,
ao teu lado para sempre vou viver

Obrigada já não é a palavra certa
para tudo o que tenho a te dizer
O meu lado bom você sempre desperta
Sei que você sempre vai me entender

Eu estarei ao seu lado quando tudo estiver desmoronando
a sua mão, forte segurarei
Sempre continuarei te amando
e tudo será como um dia sonhei

Este laço entre nós não pode ser quebrado,
nós estaremos sempre lado a lado
Eu te amo, posso dizer
e esse sentimento jamais deixarei morrer

Helena

domingo, 31 de outubro de 2010

NR

Desigualdade



A desigualdade está cada vez mais abundante
como o trabalho infantil
que pode parecer uma realidade distante
mas acontece também no Brasil

terrível humanidade
com tão pouco sentimentos
sempre aumentando a desigualdade
e com ela, a falta de alimentos

desrespeitam os seus direitos,
te põem defeitos
e se caso puser a se lamentar
você, eles vão maltratar

o mais triste é constatar
que a humanidade se põe a ignorar
se metendo em um beco sem saída
e ainda de esperança perdida

Helena

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Café



Não há nada como o café
O café é essencial
Se torna amigo do homem
Como fonte de energia vital
Para muitos é um vício
Para outros algo banal
Mas uma xícara de café
Não deve fazer mal
O café se parece com o negro
Por ser cultivado com muito ardor
De jeito nenhum eu diria
Que uma questão de cor
O café é nosso ouro negro
Mas temos que ter precaução
O sabor é um prestígio
Então beba com moderação.

Tainá Nicolau 7ªB

quinta-feira, 1 de julho de 2010

SARAU

Meus queridos...

Foi com imensa alegria e satisfação que concluímos mais um projeto: O SARAU.
O que ainda fortalece minha paixão pela Educação são momentos inesquecíveis que só vocês, alunos, podem proporcionar a um professor.
Confesso que muitos se superaram e surpreenderam!
Valeu a pena? Tudo vale a pena se a alma não é pequena...

MIL BEIJOS E ABRAÇOS A VOCÊS, MEUS QUERIDOS!

Professora Jussara

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Sarau

Nós, alunos das 7ªs séries, gostaríamos de agradecer a todos os professores que nos ajudaram a fazer a mais esperada apresentação, o SARAU.
Não poderemos demonstrar por simples palavras quanto tempo e trabalho foram necessários para que pudéssemos revelar que NÓS temos talentos que quase nunca são mostrados.
Ficamos muito nervosos na hora, tiveram pessoas que quase desistiram, mas superaram os seus medos.
Vergonha? MUITA
Capacidade? MUITA

OBRIGADA (o) A TODOS !


sexta-feira, 25 de junho de 2010

Festa Junina... CSB



Iris... 7ª C

Boneca de pano

Minha boneca de pano
Mistura de chita e cetim
Minha boneca de pano
É um pedaço de mim ...

Minha boneca de pano
De olhos esverdeados e bochechas carmim
Tem o coração maior que o mundo
De humildade e bondade sem fim ...

Minha boneca de pano
Tem cheiro de lavanda e jasmim
É o meu lado mais doce
De infinita ternura , assim ...

Minha boneca de pano
Mistura de chita e cetim
Luz que clareia o céu
Da noite que há em mim ...


Carol R. e Bruna B.


Dançar


Dançar
Dançar, é como crescer
Um processo lento, cheio de surpresas e lutas.
A realização de feitos que parecem
impossíveis de se concretizar.
Acrobacias que exigem muito mais que
horas de treinamento.
Que só a ousadia tem a capacidade de explicar.
Um constante aprendizado
para o qual nem sempre acham necessário nos preparar.
É preciso ter talento.
Saber misturar, em doses certas,
força e sensibilidade.
Conhecer limites e capacidade.
Sem temer fracassos.
Amar. Amar-se
Sem medos.
Corpo e mente em perfeita harmonia
Essa integração é o segredo da eterna liberdade,
que nos permite alcançar vôos muito, mas muito maiores.
Isto é Dançar!!

quinta-feira, 24 de junho de 2010

FESTA DE SÃO JOÃO ...


Comprei um vestido de chita,

Chapéu de palha mandei fazer,

Eu quero ficar bonita

Para o meu benzinho ver.


A festa vai ser na roça,

Lá no sítio do seu Zé

E dentro de uma palhoça

Vai ter o arrasta pé...


Vai ter pinhão e quentão,

Batata doce e macaxeira,

Vamos pular fogueira

Para festejar São João.


Tem convite prá quem quiser,

Seja homem ou mulher

E prá a festa ficar animada

Levem também a criançada.



Autora: Hilda Persiani



Iris 7ª C

DIA DE SÃO JOÃO


Esse santo é o responsável pelo título de "santo festeiro", por isso, no dia 24 de junho, dia do seu nascimento, as festas são recheadas de muita dança, em especial o forró.
Alguns símbolos são conhecidos por remeterem ao nascimento de São João, como a fogueira, o mastro, os fogos, a capelinha, a palha e o manjericão.
Hoje, nas cidades nordestinas, existe o costume de, na madrugada do dia 24 de junho, tomar banho em um rio ou mesmo mergulhar uma imagem do santo, como forma de purificação.
Iris 7ª C

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Atividade 62-Criação

Um coração em dois corpos...
Ele era apaixonado por ela, o amor dos dois era o mais puro e inocente amor já visto, era um amor maduro e leal, resumindo, dois corpos em somente um coração.
Eles acreditavam em seu amor para sempre, mas o para sempre nunca existe e um dia, mesmo eles não querendo, ele acaba Foi exatamente o que aconteceu, ela adoeceu e morreu. Um dos corpos se foi, sobrou só um, mas como uma pessoa pode viver sem coração ou pelo menos sem sua metade?Não tem como, não podemos viver sem metade de um coração, foi então que ela morreu fisicamente e ele espiritualmente.
Milena Ramos de Souza. 7ª A

terça-feira, 22 de junho de 2010

De repente - Ativ. 62 - Criação

De repente da escuridão fez-se um clarão
Luminoso e aconchegante como o Sol
E dos olhos úmidos fez-se o sorriso
E da profunda depressão fez-se uma contagiante emoção

De repente do inverno fez-se o verão
Que irradiou o coração com tamanha paixão
E do medo fez-se a afeição
E da solidão fez-se a compaixão

De repente, não mais que de repente
Fez-se da alegria o horripilante
E de entusiasmo o preocupante

Fez-se da distância o lado a lado
Fez-se da vida um caminho encantado
De repente, não mais que de repente

Helena

Um piscar de olhos

Ele estava feliz, acabara de se casar; sua mulher era muito amável. Ele, um soldado, novo ainda, porém muito competente.
Em um certo domingo feliz o telefone tocou. O dever o chamou e ele saiu pela porta, a porta que agora separa duas vidas, dois amores hoje, impossíveis.
Tão pouco tempo que se casaram, jovens, com uma vida inteira pela frente.
Agora chora, na lembrança de que um dia fora feliz. Lembra-se quando tarde da noite, a razão de sua existência saiu pela porta e recorda com soluços quando ele nunca voltou.
Relembra das noites acordada esperando seu amor, de sua grande esperança quando a campainha tocou e de sua decepção quando não viu seu marido, mas sim seu colega chorando. Sofre com agonia quando lembra das palavras do soldado, lembra de sua raiva e de querer nada além da morte.
Em um piscar de olhos, de repente, em menos de um minuto, uma vida se foi e com ela o seu final feliz.

Helena

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Contrastes...

Amor é um sentimento notável
Você não percebe, você sente
Ele vem de repente
E torna-se inevitável

É uma coisa ruim e boa
Que vem morar na gente
E quando menos se pressente
Ele te alegra ou te magoa

É ter o prazer de desejar
De amar o odiado
E odiar amar

E se você diz que há só amizade
Como poderei saber
Que não é amor de verdade?

Larissa e Isabella 7° A

Iris 7° C

Soneto...

Em meio aos campos limpos
De minha face adormecida
Perdidos de ilusão
Vagueiam os teus olhares

Batendo está meu coração
E a delicadeza do vento
Em meu corpo esbarrando
Quando lhe pego me admirando

Olhos escuros e profundos
Que me encaram com persuasão
Olhares perdidos, em doce ilusão

Paralisado está você
Confuso em sua admiração
Por que me encara com tanta paixão?

Larissa e Isabella 7° A

Iris 7° C

Vida dividida...

Meu coração necessitava te conquistar
Mas hoje implorava te deixar
Oh páginas da vida que eu amava...
E hoje não quero mas tocá-las

A vida me deixava atormentada
E hoje já me deixa realizada
Tu já não me deixas mais triste
Tu já não me deixas desesperada

No seu abraço eu me refugiava
Me deixava louca, me acalmava
E hoje já não me afeta mais

Nos seus braços não quero mais ficar
Dos seus beijos não quero mais lembrar
E agora o que eu quero é minha vida continuar

Bruna Loredo e Milena Ramos 7° A

Iris 7°C

Esperança...

Escrevo diante da janela aberta...
Para muitos amores estou desperta
No sorriso da criança
Encontro a esperança

Na correria do dia-a-dia
Sinto a falta de harmonia
Pessoas que vem e que vão Cor do texto
Parecem não ter coração

A noite mais calma
Ilumina minha alma
Com seu doce luar

Todo lugar em que vejo
Tenho o desejo
De a paz encontrar...


Ana
Bruna
Iris
Larissa

SONETO - A Seleção


A janela está aberta
Para a minha poesia
E eu estou alerta
Para minha alegria


De verde e amarelo
Todos se vestem
Engrandecendo o elo
Para a vitória que vem


Vamos ser hexacampeão
Que grande emoção
Em cada coração


O Brasil é a união
Todos choram, todos gritam
Com a nossa seleção

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Injustiça

Crianças são tesouros mascaradas pelo barro. Suas bolas são jarros e seu trajeto não é a escola, mas sim o trabalho. Chamá-las de crianças seria hipocrisia, pois provavelmente já conhecem mais o mundo do que nós mesmos. Seus professores são a vida e os tombos levados no caminho. Nem sempre o que fazem volta em benefício de si, pois a circulação de renda em nosso país é injusta. Mas eles continuam vivendo, fazendo o que podem. Pais irresponsáveis talvez, ou pais trabalhadores em busca de uma vida melhor. Uma vida, que se depender da circulação do seu trabalho jamais virá, porque para algumas pessoas, a riqueza jamais será em benefício da circulação.

Tesouro sem máscara, porém invisível

Sentido figurado real, por mais que muitos não percebam. É só saber procurar. E se procurarmos jóias e diamantes não o encontraremos. Tesouro simples, mas que não está guardado dentro de um baú.
O meu tesouro, talvez as pessoas nobres não o vejam, ou talvez não tenham tempo para ver.
Impossível de ser guardado a sete chaves, porém impossível de se roubar.
Um tesouro encontrado em dificuldades e alegrias também. Encontrado nos momentos em que mais precisamos nos sentir bem. Aparece quando estamos certos, mas principalmente quando estamos errados.
Brilha com a intensidade de uma constelação. Nos protege, como a força de um escudo de ferro. Esquenta , como a lava de um vulcão. E tira todos os nossos medos e incertezas com o simples fato de existir.
Por incrível que pareça, nem todas as pessoas veem tudo isso que eu descrevi. Às vezes, até veem, mas não dão a mínima importância. Pois se esquecem que nem todos tem o tesouro chamado família numa fria noite de inverno.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

A importância da poesia

Não faz muito tempo,
Mas ela já existia
Emoção, expressão e plenitude
Nascia a poesia

Tanto ela quanto ele
Tanto isso quanto aquilo
Não importa a idade,
O nome ou quem seja
Mas sim a vontade
De dizer quem você é
Para entender a verdadeira espiritualidade

Hoje em dia é mais difícil
Agradar a multidão
Mas se você experimentar
Nada será em vão


Para os jovens,
O que é poesia?
Um bobagem sem noção
Ou doce inspiração?
Cultura do passado

Ou conhecimento repassado?
Uma ridícula expressão
ou sentimento de emoção?

Talvez seja
De tudo um pouco

De geração em geração,
De ano em ano;
De mão em mão
E mesmo você não gostando
Segue a poesia
E talvez um dia
Ela seja sua amiga...

Poesia de cordel

Filho de gato é gatinho

Era o esposo assaltante perigoso,
o mais famoso dentre os marginais,
porém, se ele era assim astucioso,
sua esposa roubava muito mais

A ladra certo dia se sentindo
com sintoma e sinal de gravidez,
disse ao marido satisfeita e rindo:
- Eu vou ser mãe pela primeira vez!

Ouça, querido, eu tive um pensamento,
precisamos viver com precaução,
para nunca saber nosso rebento
desta maldita profissão.

Nós vamos educar nosso filhinho
dando a ele as melhores instruções
para o mesmo seguir o bom caminho,
sem conhecer que somos dois ladrões.

Respondeu o marido: - Está direito,
meu amor, você disse uma verdade.
De hoje em diante eu procurarei um jeito
de roubar com maior sagacidade

Aspirando o melhor sonho de Rosa,
ambos riam fazendo os planos seus.
E mais tarde a ladrona esperançosa
teve um parto feliz graças a Deus.

"Ai, como é linda, que joinha bela!",
diziam os ladrões, cheios de amor,
cada qual desejando para ela
um futuro risonho e promissor.

Mas logo viram com igual surpresa
que uma das mãos da mesma era fechada.
Disse a mãe, soluçando de tristeza:
- Minha pobre menina é aleijada.

A mãe, aflita, teve uma lembrança
de olhar a mão da filha bem no centro
Quando abriu a mãozinha da criança
a aliança da parteira estava dentro.

Patativa do Assaré

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Soneto...

Soneto - A verdadeira Amizade...

A força de uma verdadeira amizade
Vai além das fronteiras da cidade.
Os verdadeiros amigos legais
Vencem a distância e são leais.

A fonte da amizade sincera
De esperança enche a atmosfera.
Pode estar nos amigos reais
Ou na presença distante dos virtuais.

A amizade vence o espaço
E nos une com um forte laço.
Traz alegria a cada sinal do amigo.

Quando a tristeza tenta chegar
No verdadeiro amigo, tu podes confiar.
Pois ele estará sempre contigo.
FABIANO MORAES DOS SANTOS

Iris... 7 C

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Crianças Invisíveis

Crianças Invisíveis são aquelas que são abandonadas não só pelo seu pai ou sua mãe, mas sim pela sociedade.

Elas sofrem violência, exploração, discriminação, racismo, irregularidades, erros, descaminhos e problemas, que abreviam a infância e forçam muitas crianças a amadurecer prematuramente à custa de grandes sofrimentos.

Isso não só acontece em um país, mas no mundo inteiro.

Existe um documentário que são 07 histórias diferentes, de 07 países com 07 realidades, com o objetivo de mostrar a terrível situação na qual as crianças vivem hoje.

As crianças não são invisíveis, são as pessoas no mundo que fecham os olhos para impunidade, corrupção...., para não ter que tomar atitudes.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

sábado, 1 de maio de 2010


Comemorado no dia 1º de maio, o Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador é uma data comemorativa usada para celebrar as conquistas dos trabalhadores ao longo da história. Nessa mesma data, em 1886, ocorreu uma grande manifestação de trabalhadores na cidade americana de Chicago.

Milhares de trabalhadores protestavam contra as condições desumanas de trabalho e a enorme carga horária pela qual eram submetidos (13 horas diárias). A greve paralisou os Estados Unidos. No dia 3 de maio, houve vários confrontos dos manifestantes com a polícia. No dia seguinte, esses confrontos se intensificaram, resultando na morte de diversos manifestantes. As manifestações e os protestos realizados pelos trabalhadores ficaram conhecidos como a Revolta de Haymarket.

Em 20 de junho de 1889, em Paris, a central sindical chamada Segunda Internacional instituiu o mesmo dia das manifestações como data máxima dos trabalhadores organizados, para assim, lutar pelas 8 horas de trabalho diário. Em 23 de abril de 1919, o senado francês ratificou a jornada de trabalho de 8 horas e proclamou o dia 1° de maio como feriado nacional.

Após a França estabelecer o Dia do Trabalho, a Rússia foi o primeiro país a adotar a data comemorativa, em 1920. No Brasil, a data foi consolidada em 1924 no governo de Artur Bernardes. Além disso, a partir do governo de Getúlio Vargas, as principais medidas de benefício ao trabalhador passaram a ser anunciadas nesta data. Atualmente, inúmeros países adotam o dia 1° de maio como o Dia do Trabalho, sendo considerado feriado em muitos deles.

FELIZ DIA DO TRABALHO P/ TODOS OS TRABALHADORES...

Iris 7°C

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Sorte ou Azar?

video

A face oculta

video

Dia Mundial da Terra

O Dia da Terra foi criado em 1970 quando o Senador norte-americano Gaylord Nelson convocou o primeiro protesto nacionalcontra a poluição. É festejado em 22 de abril e a partir de 1990, outros países passaram a celebrar a data.
Há 400 milhões de anos a Pangéia reunia todas as terras num único continente. Com o movimento lento das placas tectônicas (blocos em que a crosta terrestre está dividida), 225 milhões de anos atrás a Pangéia partiu-se no sentido leste-oeste, formando a Laurásia ao norte e Godwana ao sul e somente há 60 milhões de anos a Terra assumiu a conformação e posição atual dos continentes.
Para mantermos o equlíbrio do planeta é preciso consciência dessa importância, a começar pelas crianças. Não se pode acabar com os recursos naturais, essenciais para a vida humana, pois não haverá como repô-los. O pensamento deve ser global, mas a ação local, como é tratado na Agenda 21.

"A luz das estrelas, o brilho do Sol e a grandeza dos astros estão a cima de nós, mas todos nós juntos somos maiores que o Universo, unidos por aquela que nos guarda e proteje seremos a coisa mais bela já vista"


22 de abril, Dia Mundial da Terra _Unidos pela Terra_

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Tiradentes

- Se dez vidas eu tivesse, dez vidas eu daria ao Brasil (Tiradentes).


TIRADENTES...!
(Osni Silva Júnior)


Olha, se "a força mata os homens, mas não mata as ideias".
TIRADENTES...
Morrestes na forca para demonstrar que as ideias dos inconfidentes...
Simplesmente não morreram...
TIRADENTES...
Do teu sacrifício desgraçado,
Ademais, se te levaram ao patíbulo, no Campo de São Domingos, no Rio de Janeiro,
O teu sacrifício não fora em vão...
Pois és o mártir desta bela Nação!
Há de ser dito - TIRADENTES... A TUA NAÇÃO!
Pisastes um a um, até finalmente chegares ao vigésimo quarto degrau...
OH! TIRADENTES!
Os teus perseguidores, te invejavam...!
Coberto pelo sol do meio-dia,
Tua cabeça sempre levantada,
Olhavas para o firmamento...
Mostrastes aos teus perseguidores...
Que eras uma figura emblemática...
Estavas tocado pelo - Espírito Santo...
O teu rosto refletia a mansidão cristã...
E morrestes sem um grito de revolta...
VIVA O GRANDE PATRONO CÍVICO DO BRASIL -(TIRADENTES)!
(www.poetasadvogados.com.br)

19 de abril - Dia do Índio

UMA HOMENAGEM A TODOS OS ÍNDIOS DO BRASIL

Somos filhos da terra cor de urucum.
Dos sons do igarapé e da força do jatobá.
Das águas do Araguaia, do Tapajós, do Iguaçu.
Somos filhos do sol de Kuaray, da lua de Jaci.
E da chuva que semeia o guaraná, a pitanga e o aipim.
Somos filhos dos mitos.
Do uirapuru e seu canto, do vento e do pranto.
Guerreiros, fortes, sábios.
Somos Ianomânis, Guaranis, Xavantes, Caiabis.
E o que somos nunca deixaremos de ser.
Uma homenagem para o dia 19 de abril o Dia do Índio. Abraços.

Autora: Zeli Poa
(Jornal Zero Hora)

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Sorte ou Azar?


A falta de sorte parece perseguir Jinx aonde quer que ela vá - e por isso ela está tão animada com a mudança para a casa dos tios, em Nova York. Talvez, do outro lado do país, Jinx consiga finalmente se livrar da má sorte. Ou, pelo menos, escape da confusão que provocou em sua pequena cidade natal. Mas logo ela percebe que não é apenas da má sorte que está fugindo. É de algo muito mais sinistro. Será que sua falta de sorte é, na verdade, um dom, e a profecia sob a qual ela viveu desde o dia que nasceu é a única coisa que poderá salvá-la?


Júlia Fonseca 7ºC

quinta-feira, 8 de abril de 2010

O Menino do Pijama Listrado

video

Sarau...

O que é um Sarau?

O Sarau é um evento cultural ou musical realizado geralmente em casas particulares onde as pessoas se encontram para se expressarem ou se manifestarem artisticamente. Um Sarau pode envolver dança, poesia, leitura de livros, música acústica e também outras formas de arte como pintura e teatro. Evento basicamente comum no séc XIX que vem sendo redescoberto por seu caráter de inovação, descontração e satisfação. Consiste em uma reunião festiva que acorre à tarde ou início da noite, apresentando concertos musicais, serestas, cantos e apresentações artísticas ou literárias...

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Desventuras em série

video

Inferno no colégio interno & Elevador Ersatz

Bruna Alessandra e Maria Lara

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Marcada

video
Síntese, curiosidades e recomendação.

domingo, 4 de abril de 2010

Síntese do livro "Cacos de Vida" , Sally Grindley


Na casa de Sandeep e Suresh moravam sua mãe, seu pai e sua vó por parte de pai. Uma mulher já de idade que vivia pegando no pé da mãe dos garotos. Seu pai tinha uma vida normal com um trabalho numa estação de trem. Eles têm uma vida normal. Mas tudo muda quando a vó dos garotos morre e seu pai perde o emprego e começa a beber. Ele começa a brigar com a mãe dos garotos e desaparece de vez em quando e um dos garotos Suresh acha que a culpa disso é deles e decide fugir pensando que vai melhorar a vida de seus pais.

Eles vão parar em uma cidade no centro da Índia e conseguem um lugar para dormir num terreno que eles dizem ser uma ilha e um dos garotos de rua da cidade Vikas os ajuda a conseguir comida nos primeiros dias e um emprego como catadores de lixo para os garotos.

Mas uma chuva muito forte chega a cidade e eles vão se abrigar numa estação de trem e um homem correndo deixa cair sua carteira com muito dinheiro e Sandeep acha essa carteira e mostra a Suresh que decide devolvê-la.

Ele olha o endereço dentro da carteira vai atrás do homem que a perdeu encontra sua casa e devolve a sua mulher que recompensa os garotos com um banho e uma refeição e garante a Suresh um bom emprego numa das empresas de seu marido.




sexta-feira, 2 de abril de 2010

Ativ. 29 - Exercício proposto - Criação - Desculpas

Estava eu, indo ao terraço do meu prédio. Nunca entendi porque minha mãe e eu moramos aqui, sei que o prédio é luxuoso e lindo, mas é muito grande só para nós duas. Eu gosto de ficar sozinha e pensar na vida, por isso venho sempre aqui, mas esse não é o motivo principal, tem também a vista maravilhosa, ainda mais a da piscina - eu acho que é por esse motivo que eu não peço para minha mãe para nos mudarmos - os meninos daqui são definitivamente perfeitos e em um dia de sol com vizinhos lindos, mais amigos deles que também não ficam para trás é indispensável.
Foi então que semana passada aconteceu uma experiência que eu quero esquecer. Vi o meu vizinho do sétimo andar nu, completamente nu. Na hora gritei, foi a pior coisa que eu poderia fazer, ele olhou. Congelamos no lugar, nenhum estava esperando a presença do outro, ninguém sabia o que fazer. Ele finalmente saiu do transe, e correndo procurou suas roupas, aparentemente ele não achou nada e sumiu. Fiquei lá parada, feito uma idiota. Tarde demais gritei "desculpas". Palavras vazias numa noite de luar...

Helena Cardoso

segunda-feira, 29 de março de 2010

Discriminação - Ativ. 08 - Criação - Ex. proposto - 2

Ao mesmo tempo que considerada “feia, gorda”, possui um coração bondoso, solidário, não pensa apenas em si mesma. Preocupa-se com os outros; ao mesmo tempo que rabugenta, bruxa, enche um caldeirão de mágoa, tristeza por ser tão discriminada.

Feia por fora, uma princesa por dentro. Ao mesmo tempo que vizinha chata, que não sai de dentro de casa, uma mulher que quer sair dali conhecer novas pessoas e semear, talvez, a sua primeira amizade, verdadeira, sem preconceito. Quer mostrar verdadeiramente quem ela é não aquilo que as pessoas julgam e pensam.

Ponha-se no lugar desta pessoa e reflita como você se sentiria?

Pense bem antes de julgar uma pessoa apenas pelas aparências, conheça antes de tirar suas conclusões, mas sem magoá-la.

Pense bem antes de cometer qualquer ato qualquer preconceituoso, mesmo que seja uma simples brincadeira.

Lembre-se: brincadeiras só são divertidas quando agradam a todos os envolvidos nela.

Ass.: Vinicius Godoy 7°A

O telefonema - ativ. 29 exercício de aplicação - opção 2

O homem está sozinho em casa, são três horas da manhã e ele ainda não conseguiu dormir. De repente toca o telefone; preocupado, pensa que é sua irmã, dando notícias de sua mãe que está doente e corre atender.
-Alô ? Quem fala ?
-...
-Alô? Alô ?
-...
-Quem está falando? É alguma brincadeira de mau gosto porque não tem graça!
-...Sei onde você mora... dizia a voz do outro lado da linha.
-Pare com isso, com essa brincadeira tonta.
E desliga o telefone; pouco depois, toca novamente e ele atende.
-...Sei onde você está...
-Já falei, pare com isso! Quem é ?
-...Você está com uma camisa azul, calça jeans, meias e sem sapatos.
Surpreso, o homem percebe que está realmente com aquela roupa e se assusta.
Tu...tu...tu
-Alô? Quem é você?
O homem desliga o telefone e tenta dormir. Apavorado,
fecha as janelas, as portas e as cortinas.
Tranca tudo, deita e dorme com medo.
No dia seguinte, acorda e está tudo normal.
Será que foi um sonho? Um pesadelo? Uma ilusão? Será que realmente aconteceu?
Levanta e o dia corre normal; vai trabalhar, passa pagar o sapato novo que comprou, vai fazer compras e anoitece.
Quando vai dormir, de madrugada, toca o telefone no mesmo horário.
-Alô ?
-..Isso não é um sonho...
-Quem é você? Porque está fazendo isso? O que você quer?
-... Isso é só um aviso...
-Mas por quê? Por que comigo? Quem é você? Onde está?
-...Estou te vigiando...
-Pare com isso, pare agora!
-..Estarei sempre por perto... Há há há...
Tu...tu...tu
O homem desliga; vai olhar pela do apartamento procurar alguma pista. V
ê uma pessoa de capa e chapéu no orelhão do outro lado da rua escura.
Esfrega os olhos procurando descobrir o que era aquilo; quando abre novamente seus olhos percebe que não havia ninguém.
Será loucura? Será que era ele que fazia aquelas ligações? Será que as ligações eram reais? Será delírio ou realidade?
Confuso, tira o telefone do gancho e tenta dormir.
Quando acorda, vê ligações perdidas no seu celular.
Percebe que o número é deconhecido.
Será coincidência ?
O dia continua normal.
Na noite seguinte, nenhuma ligação. Nem nas próximas.
Quando começa a achar que foi só ilusão, o telefone toca e ele
atende.
-...Não me esqueci de você...
Tu...tu...tu
Desliga e decide morar com sua irmã.
Sempre que escuta o telefone se assusta e vive apavorado,
imaginando que receberá a próxima ligação.

Pseudônimo: Agatha Cristie

quinta-feira, 18 de março de 2010

Albert Einstein

Nasceu em 14 de março de 1879, Na região alemã de Wutteemberg. Formado em Princeton, foi um físico teórico alemão radicado no estados unidos e reconhecido como o maior gênio da história da humanidade. É conhecido por desenvolver a Teoria Da Relatividade. Recebeu o Nobel da Física de 1991, pela correta explicação do Efeito Fotoelétrico. O seu trabalho possibilitou o desenvolvimento da energia atômica.
Mas, se para a matemática e para as ciências naturais ele era mais do que bem dotado, porque possuidor de grande intuição e habilidade lógica, para as disciplinas que exigiam capacidade de memória era um fracasso! Geografia, história, francês e, particularmente, o grego constituíam obstáculos quase intransponíveis; decorar conjugações de verbos era para ele um horror! Enfim, no conjunto das suas habilidades infantis, nada deixava transparecer o gênio que viria a ser; seus familiares acreditavam que ele poderia ter algum tipo de dislexia.
Sentindo o Mundo

Apelo sem retorno

Garoto
de mãos marcadas
delinqüente por carência
faz do caminho uma arena
e da distância uma ausência

Já nasceu mal com a vida
e o mundo virou-lhe as costas.
É um apelo sem retorno,
tem perguntas
sem respostas.

Colhendo brasas maduras
o ódio
é o único seu.
Assaltos, brigas, revoltas,
foram lições que aprendeu.

Em mar de cacos de vidro
roendo sombras e azar,
navega morte, o garoto,
que não sabe navegar.

DINORAH, Maria. Barco de sulcata. Porto Alegre, Mercado Aberto, 1991. P. 13

Mudança

Mudança
Mudar de casa é coisa
muito complicada
porque uma casa não cabe
em outra casa:
sempre fica faltando
sempre fica sobrando

O caminhão de mudanças
bicho cruel,
engole mesas, cadeiras, lembranças,
e lá se vai mundo abaixo

Na casa nova o caminhão despeja
mesa, cadeiras, lembranças,

e a casa vai criando asas,
criando vida,
já se pode forrar o teto de sonhos.

MURRAY, Roseana. Casas. Belo Horizonte, formato, 1994. P. 13.

Postagem de: Luis Henrique 7ªA


terça-feira, 16 de março de 2010

Materialismo

Eu queria entender
porque o homem é assim
só liga pra grifes, jóias e dinheiro
tudo que é materialismo
mas... e a melhor parte?
aquela que ele não aproveita
os momentos mais lindos
um aniversário, um abraço
um "bom dia".
São esses momentos que fazem a vida
valer a pena
o verdadeiro amor
é que traz a felicidade.
Por isso ele não pode se prender
às coisas materiais
Isso um dia enjoa ou acaba
e os pequenos gestos e o amor
levamos para a vida inteira.
Tainá Nicolau 7ªB

segunda-feira, 15 de março de 2010

Crônica do Amor!

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.
O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.
Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.
Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.
Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.
Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.
Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam. Então?
Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é viciante, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.
Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.
Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama este cara?
Não pergunte pra mim você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.
É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível.
Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém. Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor?
Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.
Não funciona assim.
Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.
Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó! Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é! Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer. É a contingência maior de quem precisa.
"Arnaldo Jabor"
Milena Ramos de Souza , 7ª A

Insatisfação Humana









Mil e quinhetos, já chegara
Em tudo querendo mandar,
Aqui já mudando
Sem nada respeitar.

Não foi o suficiente?
Não foi o bastante?
Tirar daqui o vivente
Que já éras habitante?
Não, não éras
E hoje, tudo perdera,
Enquanto os malvados
Estão passeando,
Menosprezando,
O que tens de mais importante.

Chateia-se disso
Chateia-se daquilo
Chateia-se de suas conquistas,
Chateia-se suas vitórias e glórias,
Que no passado foram bem-vistas,
E hoje são só inúteis histórias.

Agora, nada mais vale,
Além da ganância
Da ambição
De ser superior
E deixar o outro no chão,
Para então,
Suas ordens impor.
Destruir sem piedade,
Enriquecer desonestamente,
Porém, ainda cheio de insatisfação,
E só passarás esta,
Quando do Universo,
For o chefão!

domingo, 14 de março de 2010

Trailler do filme Taare Zameen Par - Como estrelas no céu

Taare Zameen Par

Taare Zameen Par - Every Child is Special (Como Estrelas na Terra - Toda Criança é Especial) foi lançado nas salas indianas no finalzinho de 2007 (mais precisamente, dia 21 de dezembro) e imediatamente conquistou o coração da indianada. Taare Zameen Par conta a história de uma criança que sofre com dislexia e custa a ser compreendida.